Seja Autor da Parêntese sem Gastar Nada

Novidade: Autor, se você já tem livro impresso (produção independente ou por outra editora) mas não consegue vender sua obra, entre em contato conosco. Dispomos de uma estrutura apta a vender seu livro nas principais livrarias e redes do Brasil sem que você tenha que fazer investimentos em distribuição e marketing. Vamos lá, chegou a hora de mostrar ao mundo o seu texto.

Novidade 2 - Carta do Editor sobre o projeto "Eu Acredito no Meu Livro": clique aqui.

Caro Autor,
Para iniciar o processo de análise, cadastro e publicação de obra, é necessário que os procedimentos a seguir sejam realizados no menor espaço de tempo possível e lidos com toda a atenção. Se optar por enviar o material para análise via e-mail, recomendamos que todo o material abaixo solicitado seja enviado em um único e-mail e compactado em formato ZIP ou RAR. Não deixe de ler as "Perguntas Frequentes" no final desta página.

Para a Parêntese Editora, o relacionamento com autor é de suma importância e de real necessidade de transparência. Por esse motivo, a análise de obra para edição é um tanto quanto rigorosa e composta por diversos trâmites internos (com ou sem o envolvimento do autor). Por esse motivo, pedimos desde já paciência e total compreensão durante o processo de análise. É importante afirmar que na Parêntese Editora primamos pela qualidade editorial e, principalmente, por um baixo preço de capa para os livros, por isso nada pode ser feito em "caráter de urgência" no tocante a avaliação e/ou produção de um livro.

Nossos livros são publicados em papel de boa qualidade e gramatura, todas as capas são impressas com aplicação de verniz e com bom uso de cores. Se a obra permitir, utilizamos capa dura e impressão colorida nas páginas internas. Tudo isso sem incidir em aumento de preço de capa para o consumidor. Qual a mágica? Simples: tecnologia, parceria, gestão de custos e bom senso.

Procedimento para envio de obras para análise:

  1. Enviar em conjunto com o texto da obra uma sinopse de, no máximo, 3 páginas "vendendo o peixe" da obra. Sem a sinopse, todo e qualquer material enviado para a editora será imediatamente descartado;
  2. Enviar um texto com o detalhamento profissional do autor (conhecimentos específicos do autor);
  3. Enviar todos os dados pessoais (CPF, RG, endereço residencial). Pode ser um arquivo texto com a numeração dos documentos. Item obrigatório, sem esses dados todo o material enviado para a editora será descartado. O fornecimento de dados pessoais é tão somente para verificação junto a orgãos editoriais e em momento algum para verificação do histórico financeiro do autor ou para gerar custos para o autor;
  4. Na existência de contrato de cessão de direitos entre o autor e outra casa editorial, para a assinatura de contrato (se obra aprovada) será necessário o envio de cópia autenticada da carta de liberação ou do termo de encerramento do contrato com a casa editorial atualmente detentora dos direitos. É VITAL QUE O AUTOR INFORME O QUANTO ANTES A EXISTÊNCIA DE OUTRAS OBRAS PUBLICADAS OU EM EDIÇÃO POR OUTRA CASA EDITORIAL. SE POR VENTURA A OBRA FOR APROVADA MAS O AUTOR OMITIR A EXISTÊNCIA DE OUTRAS OBRAS, A PARÊNTESE EDITORA RESERVA-SE O DIREITO DE ABDICAR DA OBRA EM ANÁLISE OU RECÉM APROVADA A QUALQUER MOMENTO E NÃO DAR PROSSEGUIMENTO AO CONTRATO SEM NENHUMA ESPÉCIE DE RESSARCIMENTO AO AUTOR;
  5. Se a obra estiver registrada no ISBN, informar número.
  6. Enviar o texto da obra para análise em arquivo único no formato DOC, RTF ou PDF compactado em formato Zip ou Rar.
  7. Por questões de custo, só será feita análise de obra enviada na íntegra. Caso sua obra esteja incompleta, entre em contato com a equipe editorial para orientações.
  8. Imagens para serem usadas tanto no interior do livro como na capa também podem ser enviadas para fazer parte da análise editorial do material submetido; Se possível, enviar além do texto e imagens os seguintes materiais:
    • Texto sobre o autor;
    • Texto de agradecimento;
    • Texto de dedicatória;
    • Prefácio, se possível ou necessário;
    • Introdução, se possível ou necessário;
    • Texto para ser usado na capa;
    • Sugestão de título e sub-titulo;
    • Sugestão para a chamada de capa;

Se optar por enviar o material para análise através de correio tradicional, entre em contato conosco através do e-mail autor@parentese.com.br para que um dos editores direcione o seu material para a filial mais próxima de sua residência.

Durante a análise da obra, a equipe editorial enviará um questionário que deverá ser preenchido obrigatoriamente pelo autor bem como fará uma série de outros questionamentos pertinentes à obra em análise ou sobre o autor.

Ressaltamos que somente após aprovação, por escrito, da obra pela Parêntese Editora e com a assinatura do contrato de edição será dado o início ao processo editorial que compreende as revisões, a diagramação, as provas (da editora e do autor), a criação da capa (com participação do autor) e, por fim, a impressão. Outros procedimentos editoriais poderão fazer parte do processo de edição da obra se assim a editora julgar necessário.

Nenhuma informação comercial ou técnica será fornecida ao autor ou a quem esse indicar antes do aceite da obra pela Parêntese Editora (contrato assinado).

Informamos desde já que se aprovada a obra submetida a análise, durante o processo editorial poderá a Parêntese Editora optar por modificar alguns trechos da obra visando um maior apelo comercial/estratégico, o que inclui até mesmo a mudança de título/sub-título da obra.

Uma vez aprovada a obra, caberá ao autor a responsabilidade de aprovar toda a obra antes da mesma ser enviada para a impressão gráfica.

IMPORTANTE: SE APROVADA, A OBRA SERÁ PUBLICADA SEM CUSTO DE EDIÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO OU DIVULGAÇÃO PARA O AUTOR. CONTUDO, A PARÊNTESE EDITORA RESERVA-SE O DIREITO DE SER EXTREMAMENTE RIGOROSA NA SELEÇÃO DE OBRAS. POR OUTRO LADO INFORMAMOS DESDE JÁ QUE O SIMPLES ENVIO DE TEXTO/OBRA PARA ANÁLISE NÃO DÁ DIREITO A NENHUM TIPO DE RETORNO FINANCEIRO AO AUTOR.

ENVIE OS DADOS, EXCLUSIVAMENTE, PARA autor@parentese.com.br

TODO MATERIAL ENVIADO PARA A EDITORA, SEJA IMPRESSO OU DIGITAL, NÃO SERÁ DEVOLVIDO.

Desde já a Parêntese Editora notifica:

  1. O prazo de avaliação de obra é indeterminado e de livre opção da editora, podendo levar de uma semana a vários meses. Algumas obras poderão ser priorizadas em detrimento a outras;
  2. Analisaremos não só o conteúdo (texto) da obra mas vários outros pontos tais como apelo comercial, konw-how do autor, conhecimento da língua portuguesa por parte do autor, real interesse do autor na publicação, mercado consumidor e etc...
  3. Sendo aprovada a obra, a editora fará contato com o autor via e-mail. Se for negada, por motivo qualquer motivo de livre decisão da editora, não informaremos ao autor. Em alguns casos, se após o prazo de 4 meses nenhum contato for feito pela editora indicando aprovação da obra, o autor poderá considerar que a obra enviada foi negada por algum motivo (não informamos o motivo, mesmo sobre solicitação). O ideal é, após 4 meses, o autor enviar e-mail para o editorial solicitando status da avaliação caso não tenha recebido nenhum contato.
  4. Em hipótese alguma será disponibilizado ao autor qualquer tipo de comentário sobre a leitura crítica / avaliação da obra; Todo e qualquer comentário, laudo, relatório e demais serão de uso exclusivo da editora.
  5. Não necessariamente as obras serão analisadas por profissionais da editora. Ao nosso livre critério, podemos submeter as obras recebidas para análise por consultores ad hoc.
  6. Todas as obras recebidas para análise são colocadas numa fila de espera de acordo com a data de recebimento pela editora. A livre critério da editora, essa fila de espera poderá ser modificada sem prévio aviso. Por questões estratégicas e comerciais, a editora não informará ao autores em análise a posição de seu livro na fila de espera.

Algumas orientações aos autores nacionais (novos ou não):

  • Não é pelo fato de um determinado tema vender bem nos últimos 5 meses que ele continuará vendendo nos próximos 6 meses. Pode acontecer, mas não é regra! Originalidade é fundamental para publicação de uma obra pois tanto as editoras como as livrarias ficam “cansadas” de receberem todos os dias o mesmo tipo de material;
  • Nem todo autor nacional será um campeão de vendas. Mesmo que publique “temas quentes” no momento. Portanto, não se preocupe em escrever apenas analisando o cenário atual. Pense lá na frente, busque novas perspectivas (mas sempre com o pé no chão);
  • O leitor tem acesso a informação e com isso é capaz de escolher o quer deseja ler. Portanto, não escreva pensando no que você deseja que o leitor leia... Escreva pensando no que o leitor gostará de ler (exige conhecimento do mercado consumidor);
  • Viva o seu mudo e escreva sobre ele. Por exemplo, não escreva sobre o universo feminino juvenil sendo você um senhor de 56 anos que pouco utiliza a internet ou não escreva sobre economia sendo você um veterinário. Tenha foco;
  • Algumas editoras estão sim fazendo investimentos nos autores nacionais (tal como a Parêntese Editora), mas como investimento significa aplicação de recursos financeiros toda e qualquer editora busca o Retorno do Investimento e esse retorno pode vir na forma de vendas do livro (faturamento) ou também na promoção da imagem da editora/obra/autor. Pense nisso, pois em alguns casos o livro pode não ser sucesso de vendas, mas a repercussão da obra/conteúdo poderá fazer valer todo o esforço.
  • A orientação mais importante: respeito, humildade e bom senso. Infelizmente, existe autor que mesmo antes de virar ícone editorial sobe no pedestal perante o agente literário, perante a editora e perante o mercado consumidor. Sim, o autor tem que valorizar a sua obra e o seu trabalho, mas não deve extrapolar certos limites éticos muito menos achar que o “Rei já está na barriga”. A postura agressiva em geral é vista como forte indicador que a relação comercial entre autor e o agente/editora está fadada ao fracasso e assim a obra nem é avaliada (mesmo que tenha um real potencial editorial). Experimente enviar uma obra para uma editora e depois ficar exigindo resposta a cada 20 dias para ver qual será a resposta que você autor receberá!

Passos para um provável sucesso de uma obra (e que também auxiliam na análise editorial pelas editoras):

  • Originalidade, criatividade e veracidade (esse último para algumas obras);
  • Um texto bem estruturado;
  • Uma boa definição das ações de marketing vinculada a cada capítulo (ou personagem) da obra. Escreva a obra sempre tendo em mente o que poderá ser feito no âmbito promocional para que a mídia tenha interesse em divulgar o livro. Claro, apresente o seu plano de marketing a editora quando enviar a obra para análise;
  • Título e capa bem afinado com o conteúdo de cada capítulo e que favoreçam as ações comerciais e promocionais;
  • Boa definição do público com real interesse no conteúdo da obra;
  • Um bom texto sobre o autor (nada de falar apenas que é formado em X pela universidade Y e que morou no país Z). É comum o leitor querer se identificar com a pessoa física do autor;
  • Coloque no livro uma forma efetiva, eficaz e permanente de contato com o autor (e-mail, principalmente).
  • Não “viaje” muito na originalidade... Nem todo autor tem as facilidades (econômicas ou não) que os diretores de filmes produzidos por grandes produtoras cinematográficas onde uma idéia totalmente desproporcional vira um sucesso absoluto mesmo que faça pouco sentido para alguns ou vá contra alguns conceitos para outros.... Sim, gosto não se discute mas prepare-se para as críticas (positivas ou não);

Perguntas frequentes:

  1. A editora quer um livro apenas do autor ou vários?
    Por questões de custo e para facilitar a penetração de novos autores no mercado a editora dá preferência a autores que tenha mais de uma obra escrita ou para aqueles que tenham reais condições de escrever uma obra hoje e outra no menor espaço de tempo possível. Isso não significa que autores que tenham apenas uma única obra não possam ser publicados. Apenas queremos criar condições reais do autor crescer no mercado e continuar editando.

  2. Quanto tempo leva o processo de aprovação?
    Não existe um prazo determinado pois a análise da obra depende de vários fatores tais como: tema da obra, dificuldade do texto, tamanho da obra, interesse do mercado no tema, cenário econômico, perfil editorial, questões jurídicas e vários outros. Se nenhum contato for feito pela editora indicando aprovação da obra, o autor poderá considerar que a obra enviada foi negada por algum motivo (não informamos o motivo, mesmo sobre solicitação). Vale lembrar que o processo de análise e seleção de obras é contínuo e por isso sua obra pode entrar em uma fila de espera

  3. Devo ficar ligando e mandando e-mail para a editora para saber o status da avaliação de minha obra?
    Absolutamente não. Como dito no item acima, o processo é bastante complexo e sofre diversas influências externas e por isso sua obra poderá ser avaliada em carater de urgência como também poderá ficar na fila de espera. Além do mais não é ético tal tipo de cobrança bem como pode influênciar de forma negativa a decisão dos editores de aquisição.

  4. Meu livro terá alguma preferência ou prioridade sobre outros livros em análise na editora?
    Sim. Se o tema/conteúdo do seu livro for de real interesse do mercado no momento da análise ele poderá sim ser priorizado em relação a outras obras submetidas para análise por livre e exclusiva decisão dos editores. O inverso também pode ocorrer caso a sua obra não seja atraente para o mercado no momento, ou seja, os editores poderão optar por avaliar a sua obra no momento oportuno futuro e não quando do recebimento.

  5. O tema do meu livro é atual e portanto precisa ser publicado com urgência. Como devo proceder?
    Nesse caso, o ideal é expor via e-mail os motivos (com o máximo de clareza, subjetividade e riqueza de informação) para que os editores tenham condições de traçar um projeto editorial para tornar viável a publicação.

  6. Posso enviar a minha obra para várias editoras ao mesmo tempo?
    Legalmente falando não há nenhuma restrição quanto a isso. Mas é de bom tom notificar a todas as editoras que receberem sua obra para avaliação que a mesma está em análise com outra casa editorial bem como avisar a todas as editora quando a obra for aceita por alguma casa (assim as demais editoras tiram a obra da lista de análise). Contudo, é importante afirmar que se a obra for aprovada pela Parêntese Editora daremos ao autor um prazo (curto) para decidir pela publicação ou não, ou seja, não ficaremos na espera de decisão ou melhor proposta de outra editora.

  7. O autor terá a opção de opinar sobre a capa e sobre o design da obra durante a edição?
    É vital o envolvimento do autor durante a edição da obra, mas isso não quer dizer que a editora tenha a obrigação de acatar todos os pedidos do autor.

  8. Como é o pagamento do autor?
    A priori, o autor irá receber royalties sobre as vendas. Dependendo do foco comercial da obra, outras formas de pagamento poderão ser estudadas entre as partes. Desde já afirmamos que não cobramos absolutamente nada do autor para publicação de suas obras, desde que aprovadas, e que também não trabalhamos com adiantamento de valores a título de royalties.

  9. O autor irá participar de programas de entrevistas, matérias em jornais e revistas, televisão? A editora atuará de forma efetiva para promover a obra na mídia?
    É de total interesse da editora que a obra seja promovida através de diversos meios, contudo tal ato não depende exclusivamente do esforço da editora. O tema da obra, o texto, o empenho do autor durante a escrita e, principalmente, a aceitação do mercado são fatores fundamentais para que a obra seja veiculada.

  10. Qual a linha editorial da Parêntese Editora?
    Como a empresa é relativamente nova, mas composta por uma equipe editorial de longa data no mercado, a linha editorial não está completamente formada mas temos pleno interesse em não ficar restrito a um único segmento por questões comerciais e estratégicas. Contudo, algumas linhas editorias serão priorizadas em relação a outras.

  11. Haverá noite de autógrafo?
    Sim, em livraria parceira da editora (Saraiva, Siciliano, Fnac, Curitiba, Nobel, da Vila, da Travessa, Cultura e outras) se de interesse do autor e, principalmente, da livraria.

  12. Poderei colocar uma foto minha na capa ou dentro do livro?
    Sim, desde que seja para fins de informação sobre quem é o autor ou que esteja inserida no contexto da obra.

  13. Haverá um site exclusivo para a obra ou para a minha coleção?
    Sim, a editora poderá criar e manter um site promocional exclusivo para a obra ou coleção de obras de um mesmo autor desde que seja comercialmente viável e aprovado pelo nosso departamento de vendas.

  14. O autor poderá vender seus próprios livros em livrarias ou eventos?
    Em eventos sim, poderá vender de acordo com condições previstas em contrato específico de revenda. Em livrarias somente em casos que não entre em conflito direto com a editora.

  15. O autor recebe exemplares para distribuir entre amigos e familiares?
    Sim, limitado a uma cota pré-estabelecida pela editora e de acordo com a tiragem total.

  16. De quanto tempo é o contrato entre o autor e a editora?
    Depende do tema da obra e do interesse do mercado pela mesma. Não menos que 3 anos, tempo necessário para tentar se alcançar a meta de vender pelo menos 4 000 exemplares.

  17. O autor pode ter várias obras publicadas em várias editoras ao mesmo tempo?
    Sim, desde que o contrato de direito autoral de cada obra assim permita.

  18. A editora fará todo o trâmite burocrático para publicação da obra?
    Sim, toda a documentação legal será por conta da editora (ISBN, CIP, depósito legal e etc..).

  19. A editora trabalha com impressão por demanda?
    Só em casos muitos específicos pois isso encarece o produto final.

  20. Qual a tiragem do livro?
    Para obtenção de um preço de capa adequado a realidade do mercado e ao perfil da obra, não trabalhamos com pequenas tiragens (100 ou 200 exemplares, por exemplo). Em geral, optamos por produzir livros com pelo menos 800 ou mais exemplares na primeira edição.

  21. Preciso mandar meu livro já revisado e diagramado?
    Não. Se a obra já estiver revisada e diagramada isso irá facilitar a análise editorial, contudo, após aprovação a obra será submetida a todos os procedimentos editoriais antes da publicação.

  22. Quanto tempo leva entre a aprovação do material e a publicação?
    Por questões relativas a custos envolvidos no processo, uma obra aprovada precisa ser publicada em no máximo 60 dias úteis. Entretanto, diversos fatores podem influenciar na ampliação ou redução do prazo.

  23. Poderei vender e-book do meu livro?
    Não.

  24. Meu livro será vendido fora do Brasil?
    Sim, desde que exista mercado para a obra em outros países. A venda será feita através de distribuidores internacionais conveniados com a Parêntese Editora.

  25. Vou ficar famoso com a publicação do meu livro?
    Não compete a editora tornar o autor famoso. A missão da editora é produzir, promover e comercializar a obra o que, consequentemente, promoverá o autor.

  26. Vou ficar rico com a publicação do meu livro?
    Muito nos agradaria tal situação, obviamente, mas a realidade do mercado editorial brasileiro não permite a editora afirmar nada a respeito do retorno financeiro antes da publicação. Porém a publicação e comercialização nacional de uma obra é um excelente e ético caminho para a obtenção de retorno financeiro ao longo dos anos. Mas cuidado, tudo depende da obra e do interesse do mercado consumidor.

  27. Meu livro é um retrato da minha vida pessoal e profissional. A editora cuidará da obra com todo o carinho e respeito que a obra exige?
    Bom, isso é um ponto polêmico e complicado. Alguns autores esquecem que a editora é uma empresa com fins lucrativos e com premissas culturais. Desta forma, temos que pensar no livro como um produto comercial que será lido por um X número de pessoas e não como um produto que atenderá exclusivamente as "vontades" do autor (salvo é claro se for uma produção específica e custeada pelo autor). Isto posto, pode ter certeza que a obra será produzida com todo o cuidado editorial e atenção necessária, mas não pense que a obra será produzida para agradar seus familiares ou seu próprio ego e sim para agradar o mercado consumidor.

  28. Meu livro foi publicado. E agora?
    Isso significa que a parte mais fácil do processo de edição de um livro já foi vencida. Agora vem a parte mais complicada: as vendas. Não é a editora e as livrarias os principais responsáveis pelo sucesso comercial de sua obra. Ambas fazem suas obrigações mas sempre levando em conta que não é só o seu livro que está em jogo, existem vários outros disputando espaço, a mente dos consumidores e os recursos financeiros ou não. Portanto, a primeira coisa que todo autor tem que fazer quando o livro é publicado é criar reais condições de divulgação da obra usando todo o seu conhecimento sobre o conteúdo da obra alinhando esse conhecimento ao público-alvo da obra. Um exemplo prático: se o seu livro é sobre psicologia infantil, provavelmente o autor é um psicologo e portanto conhecedor dos meios de divulgação direcionados a classe (associações, grupos de usuários, fóruns na internet, blog, revistas e jornais especializados, eventos, sindicatos e etc...). Cabe ao autor divulgar a obra em vários canais alternativos, divulgação essa que não envolve nenhum gasto para o autor pois pode ser feita efetivamente e com sucesso via internet e sempre com a ajuda do marketing da editora. Mas tem que ser feito. Ficar sentado esperando as vendas acontecer será uma decepção tamanha quando da prestação de contas sobre as vendas. Não adianta, depois de 6 meses de publicado o livro e constatado as baixas vendas o autor ficar chorando e reclamando pelos baixos números sendo que o autor apenas fez o primeiro passo, ou seja, escreveu o texto e considerou que o resto é incubência da editora. Não, não é! Se você quiser sucesso na vendas da sua obra, o seu pleno envolvimento nas vendas e marketing da obra semanalmente é vital (sempre em conjunto com o comercial e o marketing da editora).

  29. As vendas estão baixas, o que posso fazer?
    Com a entrada de diversas editoras (tradicionais ou não) no mercado editorial nos últimos anos, a oferta de novos livro semanalmente está atingindo números absurdos e com isso as livrarias começam a ficar sem espaço físico para comportar todas as obras publicadas. É normal, portanto, que a maioria das livrarias optem por ter em prateleira somente livros que realmente estão vendendo e as demais obras disponíveis sobre encomenda. Para mudar esse cenário são necessários diveras ações de diversas editoras em conjunto mais isso demanda tempo e recursos. Como seu livro não pode esperar, temos que pensar em alternativas para que seu livro venda mesmo em um cenário comercial desfavorável. E essas alternativas existem e são eficazes desde que o autor e a editora consigam atingir o público-alvo interessado na obra que não necessariamente é o consumidor que frequenta uma livraria. Existem casos em que um livro vende muito mais exemplares em uma local alternativo (uma pet shop para o caso de um livro sobre animais, por exemplo) do que em uma livraria ou até mesmo dentro de uma loja universitária. É por isso que o envolvimento e o interesse nas vendas por parte do autor é fundamental pois é o autor o principal responsável por identificar possíveis pontos de vendas em todo o Brasil (não, não é ir até o local e sim apresentar ao marketing e ao comercial reais possibilidades comerciais e estratégicas).

Bom, você autor não vai publicar seu livro com a Parêntese Editora? Tudo bem, o mercado é amplo e segmentado. Mas se tiver qualquer dúvida sobre o mercado editorial em geral e desejar conversar comigo, estou a disposição para ajudar na medida do possível (meu e-mail é jack@parentese.com.br).

Demais dúvidas poderão ser sanadas, se não comprometerem sigilo comercial, através do e-mail autor@parentese.com.br

Atenciosamente,

Lia Pettersen

Editora de Aquisição